Como importar do jeito certo?

Como importar do jeito certo?

Se você já importa ou está pensando em importar, com certeza está querendo lucro. Para isso temos algumas dicas para que você tenha sucesso no seu negócio!

Trace um plano de importação legal

Tudo começa pelo planejamento. Ao importar você já deve ter escolhido o público que irá consumir o produto. Além disso, a organização financeira precisa prever os tributos de importação e taxas, para que o seu lucro não se torne prejuízo.

Busque por produtos que tem alta procura e que podem ser vendidos por um valor superior aqui no Brasil.

Coloque a classificação fiscal correta para importar

A classificação fiscal categoriza a mercadoria que chega no país, cada produto tem um código correspondente que vai determinar as alíquotas na tributação desses itens, entre outros.

Se uma mercadoria está em desacordo com o Código pode sofrer desclassificação fiscal, além da multa de 1% de seu valor total. O Fisco também pode taxar o preço da mercadoria importada com a aplicação de outras multas e juros, encarecendo ainda mais o processo de importação.

Encontre bons fornecedores para importar

Existe um oceano de sites online com diversas oportunidades, porém é importantíssimo verificar a relação da loja com seus clientes. Fique atento às reclamações, prazos de entrega, política de devolução e principalmente a qualidade dos produtos.

Verifique as tabelas de medidas, para que o seu cliente receba o que realmente estava esperando. Siga as regras determinadas pela Receita Federal.

Dentre as informações necessárias, podemos citar:

  • Nome e endereço completo do importador do exportador e do fabricante;
  • Denominação das mercadorias, assim como suas características de NCM e peso bruto e líquido;
  • País de origem, de procedência e de aquisição;
  • Informações relacionadas a preço unitário e total, assim como a moeda e as condições de pagamento;

É importante consultar o site da Receita Federal em caso de dúvidas em relação às obrigatoriedades, para que a empresa não corra risco de multas por informações erradas ou pela falta delas.

Use redirecionamento de encomendas

Os importadores costumam comprar mercadorias em diferentes lojas e escolhem um redirecionador de encomendas para pagar apenas um frete, isso acaba diminuindo muito o custo da importação.

Até porque mesmo que você compre no mesmo site por exemplo da Amazon.com, não é incomum enviarem cada item em uma caixa diferente, já que os produtos de grandes lojas são armazenadas em localizações distintas.

O ideal é utilizar o serviço de Consolidação oferecido pela PEDPRAFLAVIA para que as suas compras sejam agrupadas em uma única caixa.